Após liminar do Ministério Público, MC Pedrinho está proibido de fazer shows


Dono do hit "Dom, dom, dom", Pedro Maia, mais conhecido como MC Pedrinho, de apenas 13 anos, não pode mais realizar apresentações em todo o Brasil. A decisão foi publicada pelo Ministério Público de São Paulo na quarta-feira, 26, após a Promotoria de Justiça de Santana, na capital paulista, ter obtido uma liminar do Juízo da Infância e da Juventude que proibia os shows do cantor mirim, sob pena de multa de R$ 50 mil por apresentação.
A Justiça solicitou ao Conselho Nacional dos Direitos da Criança (Conanda) a comunicação da decisão a todos os Conselhos Tutelares do País para que efetuem a devida fiscalização sobre a proibição, comunicando imediatamente aos Ministérios Públicos e as Varas da Infância e da Juventude locais para as providências cabíveis.
Redes sociais fora do ar: 
Ainda na mesma decisão a Vara da Infância e da Juventude determinou a retirada de todo conteúdo relacionado a MC Pedrinho das redes sociais, por se tratar de caso onde há violação ao Estatuto da Criança e do Adolescente e outras leis aplicáveis à situação, que proíbem terminantemente a exposição do adolescente com essa espécie de conteúdo.
"Coração partido"
Nesta quarta-feira, 27, a página do cantor mirim, que tinha mais de 600 mil fãs, saiu do ar. Alguns seguidores do cantor estão lamentando a decisão na página pessoal de MC Pedrinho no Facebook. O jovem fez também um post desabafo: "O que eu conquistei, só Deus vai poder tirar de mim!", disse ele na web, obtendo mais de 2 mil curtidas na postagem.
  •  
Mc pedrinho (Foto: Facebook / Reprodução)Mc pedrinho (Foto: Facebook / Reprodução)







Música com conteúdo erótico: 
A ação de proibição dos shows foi proposta pelo Ministério Público sob o fundamento de que apresentações do cantor violam a Constituição Federal, o Estatuto da Criança e do Adolescente e a Convenção na ONU sobre os direitos da criança, notadamente pelo conteúdo das canções que interpreta, com alto teor de erotismo, pornografia, e palavras baixo calão.
Mc Pedrinho (Foto: Reprodução/Reprodução)Mc Pedrinho (Foto: Reprodução/Reprodução)
Em janeiro deste ano, o Ministério Público do Ceará, já havia pedido o cancelamento do show do funkeiro em Fortaleza, alegando que o adolescente - que na época tinha 12 anos - se apresenta com um repertório musical dotado de 'conotação sexual, alto teor de erotismo, pornografia, baixo calão e todo tipo de vulgaridade, incompatíveis com a condição peculiar de pessoa em desenvolvimento'.
Em conversa com o EGO na época, o empresário de Pedrinho, conhecido como Juninho Love, falou sobre  o imbróglio, e disse que o Ministério Público está se baseando na antiga imagem, do início de sua carreira, quando de fato ele cantava letras de conteúdo impróprio.
"O Pedrinho não canta mais esse tipo de música. O que as pessoas veem é o que está na Internet, coisa antiga, mas não temos como apagar isso. Tirar tudo de lá. Agora, ele só canta ostentação, letras mais lights, e sem qualquer tom erótico", garantiu o empresário.